Onde está sua outra metade?

Instagram
Compartilhar no Whatsapp


Você vê um casal comendo na praça de alimentação do shopping enquanto a cadeira à sua frente está vazia. Você abre o Instagram e vê um casal de amigos viajando conhecendo o mundo, e para você pouco importa o destino, o que te faz se perder em pensamento é a vontade de ter alguém para viajar o mundo com você.

Talvez não lhe faltem planos para fazer algo da sua vida assim que você encontrar uma pessoa para te acompanhar. Quem sabe até o roteiro completo da sua vida já esteja prontinho em sua cabeça. Como um roteiro de filme, você já tem toda a história escrita, todas as cenas, os figurinos, os sets de filmagem, tudo devidamente planejado para ser um lindo filme onde você é o protagonista, mas que aguarda um coadjuvante, e que sem o coadjuvante não tem como começar as filmagens e por isto, não tem filme.

A alma gêmea, a tampa da panela, a metade da laranja, aquela pessoa que você aguarda para preencher seu vazio, acabar com sua solidão, a pessoa que vai fazer seu filme sair dos planos e se tornar um blockbuster. Onde está? A metade que te falta para te completar e você ser feliz, cadê?

Em algum momento da sua vida você era completo. Possivelmente houve uma época, em sua juventude, em que você pouco se importava em ter alguém ao seu lado ou não, você fazia o que você queria, você viajava com seus amigos ou sua família e curtia isto como ninguém. Você comia no shopping sozinho, correndo porque tinha outras coisas para fazer e nem prestava atenção nas mesas ao lado. Você não fazia planos e esperava algo acontecer para realiza-los, você apenas vivia o momento e era tudo o que você precisava. Você não era metade, você era 100% você.

Aquela metade que te falta não é outra pessoa, é simplesmente a metade de você mesmo que se perdeu com o tempo. Aquela metade que não dependia de ninguém para realizar aquilo que tinha vontade. Aquela metade que não esperava, simplesmente fazia. Aquela metade que exalava energia e vitalidade e que acabava atraindo pessoas.

Aliás, o que te atrai em uma pessoa? Pessoas bem resolvidas, felizes, motivadas atraem. Pessoas que sabem viver, que são realizadas pessoalmente e profissionalmente atraem. Pessoas que não dependem de uma outra metade para serem felizes atraem. Pessoas que vivem suas próprias vidas e se sentem completas, estas atraem.

Você está sendo atraente? Será que o fato de você ser apenas uma metade hoje está atraindo ou afastando? E mais importante do que isto é: Você está disposto a passar a vida esperando alguém para fazer da sua vida aquilo que você pode fazer sozinho? Que pode não, que DEVE fazer sozinho.

Comece seu filme sem o ator coadjuvante. Comece hoje a colocar seu filme em ação e seja o protagonista. Viva uma história eletrizante, cheia de aventuras, de experiências, de surpresas e emoções. Faça com que sua história seja tão interessante e fascinante que o público que assiste seu filme nem note a falta de um coadjuvante. Apaixone-se pelo personagem principal, e encante-se com sua energia e sua vontade de viver e ser feliz. Grite “Ação!” e comece seu filme agora.

Você não precisa saber o final do filme, afinal, quem de nós sabe qual será o final de nossos filmes? O que importa é você reencontrar a sua metade que se perdeu com o tempo, se completar e viver sua história.

Se aparecer algum personagem novo no meio dela, ótimo, mas se não apareceu, ótimo também. Continuará sendo uma linda história de alguém que se apaixonou por si mesmo e viveu feliz para sempre.

Instagram


Instagram