OS ERROS DOS OUTROS

Instagram
Compartilhar no Whatsapp


Para aqueles que conhecem minha história sabem o quanto tenho lutado para recomeçar minha vida. Hoje me sinto bem, não me sinto 100% curado, mas me sinto bem. E boa parte deste meu estado de espírito se deve ao fato de eu ter lutado muito, desde o princípio, contra aquilo que eu considerava um erro fazer. Coisas que, se eu tivesse de aconselhar um amigo, diria para não fazer.

Pessoas que sofrem uma perda muito grande como eu sofri, tendem a querer se isolar, e posso garantir que esta é realmente a vontade. Vendo este erro, lutei contra esta vontade, procurei estar sempre com amigos, com a família, nunca sozinho, e isto foi fundamental.

Outras pessoas acabam relaxando, engordam mais, não ligam para a estética e até mesmo para a higiene. Vendo este erro, eu resolvi cuidar mais de mim, já emagreci quase 20kg (preciso ainda eliminar mais uns 15kg), comprei algumas roupas novas, mudei um pouco o visual, ainda não está 100%, mas estou no caminho. E isto me fez bem!

Há aqueles que deixam a casa toda suja e bagunçada, não tem ânimo e vontade para cuidar da casa, de suas coisas. Vendo este erro, eu resolvi montar um apartamento super decorado, tudo bem pensado, bonito, cheio de detalhes. Eu mesmo tenho mantido ele limpo e organizado. E estar em um lugar limpo e organizado nos faz bem, anima, dá um “up”, e isto tem sido muito bom.

Nunca tive nenhum vício, como cigarro, bebidas ou drogas, e por isto esta não foi uma preocupação, mas pessoas que já possuem algum vício, ou mesmo que seja algo “social”, devem considerar realmente não se deixar pela tentação de se usar deste vício para preencher o enorme vazio que ficamos.

Vejam, meu objetivo não é julgar aqueles que fazem estas coisas, e não me sinto especial ou melhor em nada do que qualquer uma delas. Possivelmente eu estou errando em algo que outra pessoa está acertando! O fato é que a melhor maneira de evitar um erro, é olhar os erros dos outros.

Há alguns anos atrás eu li um livro chamado “Os 50 maiores erros da Humanidade”. Além de gostar muito de história, o que mais me motivou a ler este livro foi justamente isto: Onde eles erram? Porque erraram? Será que eu poderia aproveitar algo destes fatos para a minha vida?

Faça uma reflexão, imagine: Se você fosse sua amiga, que conselho você daria para você mesma? Você possivelmente conhece ou já ouviu histórias de pessoas que passam ou já passaram pelo mesmo que você. O que você viu de errado que elas fizeram? Algo que você diria “você não deveria ter feito isto”.

Talvez, você esteja fazendo exatamente a mesma coisa.

Mais uma vez, o objetivo não é julgar o outro, apenas ver como podemos nos inspirar nos erros dos outros, para não sofrermos os mesmos resultados desagradáveis!

E vamos ser feliz!! 🙂

Boa noite,

 

Post original no Facebook, comentários apenas lá.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10151980715307099&set=a.10150090454292099.272860.710597098

Instagram


Instagram