Apelo: Periferia, volte para o RAP

Cresci no Capão Redondo. Vivi lá durante as décadas de 80 e 90 quando o RAP estava no seu auge. Já no final dos anos 90, tive um contato um pouco mais próximo com este estilo musical por ter participado de um projeto de um mega show de RAP e por ter um projeto online para despertar nos jovens da periferia o interesse pela escrita, contando suas histórias, escrevendo poesias etc. Continuar lendo